Redefinindo Meu Estilo!!

Olá meus amores… Tudo bem com vocês?!

Hoje vim falar um pouco sobre as mudanças que aconteceram no meu estilo nesse último ano… Há algum tempo fiz um post falando sobre o conceito de um armário-capsula, nesse post falei que estava começando a montar um armário mais consciente e com peças bem diferentes do que costumava usar. Quem me conhece ou acompanha a algum tempo por aqui e nas redes sociais (Facebook e Instagram) já deve ter notado essa mudança.

Acredito que tudo e todos estamos em constante mudança, se pararmos para pensar sobre como éramos e como somos hoje, notamos que a mudança é algo natural em nossas vidas… Mudamos a maneira de ver o mundo, de pensar, de agir e mudamos também nosso estilo de vestir…  Sempre acreditei que, o que nós vestimos tem muito a ver com o que sentimos. Para mim, quem realmente tem personalidade, demonstra na maneira de se vestir, o que está se passando por dentro naquele momento. Isso é ter estilo, e não se render a regras ou padrões de beleza que grandes marcas, influenciadores e revistas criam.

A mudança principal do meu estilo aconteceu de dentro para fora, nunca fui a louca das compras, mas é claro que amava comprar e as vezes, comprar coisas inúteis, só pelo prazer de está comprando algo ou para ter aquela peça que alguém estava usando, sem nem ao menos pensar se aquilo combinava comigo ou iria me sentir bem usando. Quem nunca viu um famoso usando uma roupa e ficou apaixonada foi lá e comprou uma igual, quando vestiu se sentiu péssima, pois não ficou bem em você?! Já fiz isso diversas vezes e isso impactava negativamente a minha autoestima.

Hoje quando quero comprar algo faço um pequeno exercício antes, respondendo algumas perguntas: a) essa peça combina com meu estilo atual? b) vou conseguir combinar com o que já tenho em casa? c) vou conseguir usar em diferentes ocasiões? d) a peça vale o investimento? Acho que esse simples exercício tem um impacto muito grande em nossas vidas e tem me ajudado a comprar peças mais funcionais, que consigo montar diversos looks.

Sempre fui apaixonada por peças românticas e estampas, mas hoje tento não comprar muitas estampas, pois são peças marcantes demais (ainda compro algumas estampas, mas prefiro aquelas com o fundo escuro e com apenas uma ou duas cores predominantes), estou substituindo as estampas por peças mais neutras e cores sóbrias e desapeguei de quase todas as peças de estilo mais romântico do meu armário. Acho que essa vibe já passou (já sou mãe, então deixa o look menininha no passado), hoje prefiro looks mais despojados com uma pegada mais cool.

Se há alguns anos me perguntassem se usaria um vestido assim, com certeza diria que não e hoje amo!!

Sempre que usava uma calça justa tinha que combinar com uma blusa mais soltinha, nada de marcar o corpo todo!

Acho que a maior mudança foi na modelagem das peças, antes eu não usava um look todo justo de jeito nenhum. Sempre achei que era magra demais para isso e não me sentia confiante, sabe?! Hoje estou amando usar peças justas, mesmo não tendo um corpo cheio de curvas – eu aprendi a aceitar e amar o meu corpo, esse processo foi demorado, mas hoje minha autoestima está bem alta e não me preocupo tanto com o que as pessoas vão pensar ou falar sobre o que estou usando… é muito libertador!!

A terceira peça é um grande aliado para montar um armário mais consciente, pois mudando uma peça o look já ganha uma cara nova!

Para finalizar só queria deixar um recadinho para vocês… aprenda a se amar e aceitar seus pontos fracos e fortes, sei que não é processo fácil, mas se você diminuir a autocritica e passar a elogiar-se mais sua autoestima vai melhorar e muito. Não se olhe no espelho apenas para procurar defeitos, se olhe e veja o que você tem de lindo e elogie você mesma. Não espero só elogios de outra pessoa – se arrumou se olhe no espelho e fale para você o quanto está bonita (o)

E então meus amores, estão gostando dessa renovada no meu estilo?!

Beijinhos!! Um fim de semana abençoado a todos!

Começando com Meu Armário-Capsula!!

Acho que cheguei numa fase em que quero descomplicar o que não precisa ser complicado. Desde que me tornei mãe tudo na minha vida mudou, incluindo o meu estilo. Peças que eu amava passaram não me agradarem tanto mais, não sabia definir do que gostava, então acabava usando peças apenas por estarem lá dentro do meu armário, mas que não representavam mesmo meu gosto atual.

Toda mulher já passou pela experiência de abrir o armário, olhar e pensar que não tem nada para vestir, não é mesmo? E por mais que a gente compre roupas, essa sensação de não ter o que usar nunca desaparece. Isso não acontece por falta de roupas, e sim, porque não sabemos combinar as roupas que já temos, saímos comprando blusas e mais blusas sem parar para pensar se ela combina com mais de um item do armário.

Foto: Pinterest

Já fazia algum tempo que queria mudar a minha forma de consumir, por isso resolvi montar um Armário-capsula “é uma técnica que consiste em escolher uma quantidade limitada de peças para vestir durante um tempo determinado, sem comprar nada novo, apenas criando combinações com as peças existentes”. Existem diversas formas de montar um armário-cápsula, a mais comum é fazer uma combinação delimitada por estações, assim fica mais fácil a organização das peças. A ideia desse projeto é não comprar nada por impulso, a menos que você perceba que não tenha uma peça essencial, somente assim pode comprar algo.

Ter descoberto o Un-Fancy (tem post falando sobre ela aqui) e o conceito de capsule wardrobe, foi muito útil… Já conheço esse conceito há algum tempo e, apesar de sempre querer implantá-lo na minha vida, não é uma tarefa tão fácil e agora será o momento perfeito para isso. Claro que não vou seguir todas as regras dela (ela monta um armário com 37 peças para passar 3 meses e vai tirando e acrescentando peças de acordo com a estação do ano, isso não funcionaria muito para mim, pois aqui na Bahia é verão praticamente o ano inteiro), vou adaptar o conceito a minha realidade, mas acho que o mais importante é a forma como passamos a ver o que estamos consumido e o porque.

Já comecei a olhar de um jeito mais planejado para as roupas que uso. Percebi que, apesar de gostar de estampa, não preciso comprar só peças estampadas. Aliás, ir direto para elas nas lojas me mostra que eu ainda preciso amadurecer meu estilo. Ter só essa opção de roupa me atrapalha na hora de variar as roupas do dia a dia. Peças básicas podem parecer sem graça, mas servem como uma tela em branco para criar inúmeras combinações diferentes e com certeza se encaixam no meu cotidiano.

Depois vou fazer um post falando um pouco sobre o meu estilo e o padrão de cores que pretendo seguir… O que mudou, como fiz para definir qual era o meu estilo, o que fica e o que sai do meu armário e quais serão as cores principais das peças.

Beijinhos!!

Curtiu? Compartilhe e acompanhe o Blog Jaque Oliveira no Facebook Instagram